Vereadores cobram da Secretária melhorias na saúde de Barra do Choça

DSC09307

Nos últimos dias, os vereadores têm sido procurados por alguns moradores que reclamaram do mau atendimento no Hospital, principalmente do setor de raio X por não ter pessoal para o pronto atendimento. Diante da situação, uma comitiva de vereadores se reuniu na última terça-feira, 30, com a Secretária Municipal de Saúde Gislaine Dias Di Lauro para entender o motivo do mau atendimento. Participaram desta ação os vereadores Francisco Amorim Neto (Ticão), Paulo de Jesus Rocha (Paulo Bateria), Manoel Gomes Meira (Nil do Brejão), Pedrinho Pereira, Oldemberto Lopes Lima (Kinho de Nicinho) e Ronaldo Lima.

Ao ser questionada, Gislane falou que o setor de raio x, nos últimos dias, ficou desfalcado de pessoal para fazer atendimento em todos os plantões  por conta de um dos técnicos ter saído de férias, mas que nenhum procedimento solicitado pelo médico deixou de ser realizado, pois, conforme o combinado, de acordo com a necessidade, o técnico era chamado pelo médico para realizar o procedimento. A Secretária esclareceu que a dificuldade do Município em equilibrar as contas impossibilita fazer contratações para substituir o pessoal que sai de férias, mas no caso específico tranquilizou os Edis presentes, pois o atendimento voltará à normalidade a partir de amanhã, dia 1º de Julho com o retorno da técnica que estava de férias, disse a Secretaria.

Na oportunidade, os Vereadores fizeram outras cobranças, tais como: agilidade nos procedimentos de exames e cirurgias que são realizados fora do Município, médico para atender na zona rural, manutenção para as ambulâncias e entre outras. Diante das cobranças, a Secretaria prontamente falou que parte das reivindicações já está sendo realizada e que as demais serão tomadas as devidas providências no sentido de realizá-las.

Segundo o Presidente da Comissão de Saúde e Educação, Paulo de Jesus Rocha, todas as pessoas que estão precisando de cirurgia no Município devem ser contempladas o mais rápido possível, pois em se tratando de saúde, na maioria dos casos, o tempo é determinante para salvar a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *